Envolvimento dos cidadãos no desenvolvimento da Região passa pelo Conselho da Diáspora, afirma Rui Bettencourt

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas reafirmou, na Assembleia Legislativa, na Horta, que o Governo dos Açores pretende promover “políticas de envolvimento dos cidadãos” no desenvolvimento do arquipélago, estejam eles onde estiverem.

Para Rui Bettencourt, que falava no debate sobre a proposta de criação do Conselho da Diáspora Açoriana, que foi aprovada por unanimidade, este é também o momento para “criar um mecanismo que vise o reconhecimento como Açorianos daqueles que, identificando-se com a Região, desejam nela participar”.

Na sua intervenção, o Secretário Regional destacou a existência de mais de 1,5 milhões de Açorianos no mundo, “com uma identidade própria”, constituindo “uma das mais expressivas diásporas”, já que são quatro a seis vezes mais Açorianos a viver fora do arquipélago do que na Região.

O Secretário Regional considerou ainda que se vive “um momento extraordinário, porventura único” numa caminhada de 600 anos de história dos Açores e de 400 anos de emigração, que se traduz em “400 anos de difusão da Açorianidade no mundo e mais de 40 anos de Autonomia”.

O Conselho da Diáspora Açoriana será constituído por 33 conselheiros, dos quais dois terços são membros da diáspora, sendo 19 conselheiros eleitos pelos Açorianos no mundo, e menos de um quarto são membros do Governo e da Administração Púbica regional, salientou Rui Bettencourt, acrescentando que os conselheiros a eleger pelos açorianos da diáspora estão distribuídos por áreas geográficas “onde a presença açoriana é mais expressiva”.

Rui Bettencourt disse ainda que tem consciência dos desafios para a divulgação e explicitação deste Conselho da Diáspora, que obrigará a efetuar “trabalho de terreno”, para o qual conta com “uma forte implicação de todos”, acrescentando que estarão envolvidas mais de 1.000 instituições parceiras do Governo dos Açores nesta “estratégia de afirmação dos Açorianos da diáspora”.

DL/Gacs

Categorias: Comunidades, Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*