PJ faz buscas em autarquia

Overview

A polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada e com a colaboração da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, no âmbito de inquérito tutelado pelo DIAP de Ponta Delgada, desencadeou a Operação “Nortada”, pela existência de fortes suspeitas da prática dos crimes de peculato, prevaricação, abuso de poder e falsificação de documentos, em que são intervenientes uma Câmara Municipal e diversas entidades de direito privado.

Durante a operação, que se está a desenvolver esta terça-feira, dia 02 de julho, estão em curso, nos Açores e também numa empresa do Continente, cerca de dez buscas a instalações autárquicas, empresas, residências e viaturas, com vista à apreensão de elementos com interesse probatório.

Foram já constituídos vários arguidos, entre os quais o presidente da edilidade, estando sobretudo em causa suspeita de reiterada violação de regras de contratação pública, de urbanismo e ordenamento do território, com presumíveis favorecimentos de empresários e entidades de direito privado, com prejuízos para o erário público.

As investigações prosseguem em ordem ao cabal esclarecimento dos factos e apuro da verdade material.

DL/PJ

Categorias: Regional