Ciclismo: Tiago Furna vence na Lagoa do Carvão

A terceira prova da Taça de Estrada da ilha de S. Miguel ligou a cidade de Ponta Delgada à Lagoa do Carvão, numa etapa com uma extensão de 72 quilómetros e na qual a maior dificuldade surgia na parte final da tirada com uma subida de cerca de sete quilómetros que poderia ser determinante para encontrar o vencedor.

Com o equilíbrio a ser a nota dominante na competição – em que Luís Cabral tinha vencido a primeira prova e Nelson Toste a segunda – esperava-se uma luta muito interessante pelas principais posições, algo que acabou por se verificar.

As mexidas na corrida começaram cedo, com o sempre “irrequieto” Roberto Gandarinho a dar um safanão no pelotão, com este a responder e a acabar por anular uma tentativa de fuga que acabou por ser totalmente infrutífera.

Durante largos quilómetros, o grupo principal rodou compacto, com os ciclistas a tentarem perceber a forma em que cada um se encontrava, isto depois de algumas semanas de interregno na Taça.

Com uma primeira parte da etapa maioritariamente rolante, a primeira dificuldade surgiu somente na passagem pela freguesia de João Bom e aí começou a fazer-se a divisão entre os mais forte, aproveitando David Morais – da CD Metralhas – e Pedro Coutinho – da Azores Skoda Cycling – para fugirem aos demais, cavando uma diferença que, por momentos, parecia indiciar que seria suficiente para discutirem entre ambos a etapa.

Contudo, Coutinho acabou por quebrar, deixando David Morais a trabalhar sozinho. O experiente atleta natural do Faial ainda se manteve na frente durante largos quilómetros, mas acabou por quebrar na hora de todas as decisões.

No começo da subida de sete quilómetros para a Lagoa do Carvão e anulada a fuga de David Morais, Tiago Furna, João Pedro de Medeiros e Luís Cabral assumiram as despesas da corrida e enfrentaram as dificuldades “marcando” as rodas uns dos outros.

De forma inteligente, sabendo da maior capacidade explosiva dos seus adversários, João Pedro de Medeiros ainda tentou um ataque final, mas – à entrada dos últimos três quilómetros – Tiago Furna respondeu e partiu determinantemente para a uma vitória que acabaria por consolidar de forma isolada, com Luís Cabral a ser mais forte no sprint final e a alcançar o segundo lugar e João Pedro de Medeiros a ser terceiro e com isso a conseguir o seu primeiro pódio em elites na Taça de Estrada.

Nelson Toste e Roberto Gandarinho fecharam os cinco primeiros de uma etapa dura.

Nos Juniores, vitória para Romeu Sousa, seguido por Rodrigo Costa e Diogo Ferreira.

Em Femininos, triunfo para a norueguesa – que se encontra de visita a S. Miguel, Line Holst, secundada por Andreia da Costa e Dina Morgado.

Na Promoção, o mais forte foi Marco Raposo, com Carlos Costa a ser segundo e Alberto Botelho a ficar na terceira posição.

Por equipas, vitória para a a Azores Skoda Cycling, seguida pela Fontinhas Activa/Promotora e pelo CDOL (Clube Desportivo Operário da Lagoa).

Cumprida que estava a terceira prova da Taça, era tempo já de preparar a quarta – marcada para o dia seguinte (10 de Junho) – a correr-se no Circuito de S. Vicente Ferreira.          

DL/ACA

Categorias: Desporto, Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*