Plano de Segurança do Santuário do Senhor Santo Cristo vai avançar

O Governo dos Açores vai concretizar, através da Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas, em conjunto com Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, e com a devida articulação com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, um Plano de Segurança para o referido Santuário, anunciou a Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas.

Em declarações aos jornalistas, após reunir com o Reitor do Santuário, Ana Cunha, adiantou que este Plano, que deverá estar concluído até ao final de 2019, servirá para garantir a segurança das pessoas (funcionários, residentes e visitantes) e dos bens, incluindo as imagens e peças do Santuário, garantir a segurança do edifício, enquanto guardador dos objetos e da documentação geral do Santuário, estabelecer um plano e um regulamento para organizar a evacuação de pessoas e peças de maior valor, bem como organizar a proteção, no caso do dano se produzir, desde a sua deteção até à intervenção para o minimizar e ainda a proteção das coleções e documentação.

A titular da pasta das Obras Públicas lembrou que, “até à data, não existe esse plano: existem, naturalmente, medidas de prevenção normais. Aqui, há um extra específico para um edifício desta natureza, que guarda bens de inegável interesse e valor histórico, cultural e também patrimonial”.

Ana Cunha frisou que “esta é uma das formas como se pode materializar o apoio das Obras Públicas com entidades públicas e privadas, neste caso, com o Santuário do Senhor Santo Cristo, através da afetação dos nossos técnicos e das competências que temos em casa, à elaboração de um instrumento essencial a um edifício classificado de interesse público, desde 1953”.

Para a Secretária Regional, “trata-se, de facto, também, de um desafio para as nossas competências, não é um plano comum, mas através da colaboração de elementos do Santuário, do Serviço Regional de Proteção Civil e da própria Direção Regional de Cultura, propusemos elaborar esse documento”.

DL/Gacs

Categorias: Regional, Religião

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*