Chuva, vento e agitação marítima em todo o arquipélago dos Açores

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou as nove ilhas dos Açores sob aviso amarelo, relativamente ao vento, à precipitação e agitação marítima.

Nas ilhas do Grupo Oriental, o aviso refere à agitação marítima é válido entre as 06h e as 16h de terça-feira, dia 16 de abril, com ondas de oeste, passando a noroeste.

Quanto à precipitação, terá maior intensidade entre as 18h de segunda-feira, 15 de abril, e as 09h de terça-feira, 16 de abril.

Ainda para estas duas ilhas, há aviso amarelo relativamente ao vento, que soprará de sudoeste, rodando para oeste, entre as 15h de segunda-feira, 15 de abril, e as 09h de terça-feira, 16 de abril.

Para as ilhas do Grupo Central, no que respeita à agitação marítima, o aviso amarelo é válido entre as 03h e as 18h de terça-feira, 16 de abril, com ondas de oeste, passando a noroeste.

Quanto à precipitação, o alerta refere-se no período entre as 09h de segunda-feira, 15 de abril, e e as 00h de terça-feira, 16 de abril.

Relativamente ao vento, o alerta refere-se ao período entre as 12h de segunda-feira, 15 de abril, e as 12h de terça-feira, 16 de abril, soprando de direção de sudoeste, rodando gradualmente para noroeste.

Já para as ilhas do Grupo Ocidental, o aviso amarelo para a agitação marítima refere-se ao período entre as 15h de segunda-feira, 15 de abril, e as 18h de terça-feira, 16 de abril, com ondas de noroeste.

Quanto à precipitação, o alerta é válido entre as 03h e as 18h de segunda-feira, 15 de abril.

Já quanto ao vento, o aviso refere-se ao período entre as 12h de segunda-feira, 15 de abril, e as 09h de terça-feira, 16 de abril, de direção de sudoeste, rodando gradualmente para noroeste.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas as devidas medidas de autoproteção, nomeadamente reforçando as amarrações da sua embarcação ou mude-a para local seguro; Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas. Afaste-se de áreas baixas junto à costa; Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos ou passeios à beira mar.

Consolide telhados, portas e janelas; Corte ou pode as árvores próximas em risco de queda, procure informação na sua autarquia; Guarde os objetos soltos do jardim. Um objeto, mesmo que o considere leve, projetado pelo vento forte pode causar grandes prejuízos materiais e até acidentes pessoais graves; Feche bem as janelas e persianas.

Mantenha limpos os seus sistemas de drenagem, bem como os adjacentes à sua residência, alerte as autoridades competentes; Não circule sem necessidade. Pode atrapalhar a circulação das forças de segurança ou cair em buracos ocultados por lençóis de água; Em locais não pavimentados, as águas podem causar erosão dos solos, levando à queda de muros, taludes, postes, entre outros.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*