Bispo pede para que a Romaria Quaresmal seja tempo de santificação pessoal e comunitária

É já no próximo sábado, dia 9 de março, que saem para a estrada os primeiros Romeiros da Romaria Quaresmal 2019. 

Pelos caminhos da ilha de São Miguel, os Ranchos de Romeiros seguem em Orações e Partilhas, em momentos de afinidade especiais, com Deus, com os Homens e consigo próprios.

O Bispo de Angra e Ilhas dos Açores, Dom João Lavrador, pede aos romeiros para orarem durante as suas romarias quaresmais: 

  1. Pela santificação dos sacerdotes da nossa diocese
  2. Pelas vocações sacerdotais, consagradas, religiosas e missionárias
  3. Pelas famílias da nossa diocese
  4. Pelos jovens para que descubram a Jesus Cristo e O sigam
  5. Pelos leigos empenhados na evangelização da nossa diocese
  6. Pelos pobres e excluídos da nossa diocese
  7. Pelos que vivem sem trabalho e sem dignidade
  8. Pelos idosos e doentes que vivem na solidão
  9. Pelas intenções do Santo Padre e do Bispo da nossa diocese
  10. Pelas crianças e adolescentes da catequese e seus catequistas para
    que sintam a alegria de conhecer, amar e seguir a Jesus Cristo.
  11. Pela renovação da Igreja diocesana à luz do Evangelho, purificando-se e seguindo totalmente a Jesus Cristo o Bom Pastor
  12. Por todos os que estão investidos em autoridade para que governem servindo a dignidade da pessoa e o bem comum.

O Bispo Dom João Lavrador deseja que as romarias decorram bem, sejam tempo de santificação pessoal e comunitária.

Termina dizendo “Que o Senhor a todos cumule de bênçãos e Graças”.

Recorde-se que as romarias quaresmais começam no primeiro sábado da Quaresma e prolongam-se até Quinta-feira Santa, dia 18 de abril.

Caraterísticas de São Miguel, onde saem à rua anualmente 54 ranchos, mobilizando cerca de 2500 romeiros, estas romarias realizam-se também na Terceira e na Graciosa.

DL

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*