NOTÍCIAS DA AMÉRICA

Comunidades Lagoenses 27 Milhões de Americanos viram a Louça da Lagoa no WHEEL OF FORTUNE PROGRAM # Roda da Fortuna 

Durante a semana de 13 a 20 de janeiro, o programa “Wheel of Fortune” foi patrocinado por Portugal, Madeira e pelos Açores, onde passaram imagens excelentes  do nosso arquipélago.

Hoje, além das Sete Cidades e das Furnas, foi a vez da Louça da Lagoa prestigiar o programa e os Açores com a visita dos apresentadores  à Cerâmica Vieira na Lagoa, onde, de resto, foram feitos os pratos promocionais do programa do Canal de Televisão americano CBS.

Estive a acompanhar toda a semana o programa porque era dirigido a Portugal e em particular pelo que mostravam e como promoviam os Açores. Muito bom investimento.

Ao contrario da RTP Internacional que não passa de um desastre com tantos programas inúteis e dispensáveis para quem esta longe de Portugal e que o emigrante gostaria de ver o que se faz ou acontece no seu Pais e Terra Natal. Em vez disso,  promovem e passam  jogos inúteis que deram na televisão portuguesa, como o Joker, por exemplo, e outras asneiras monumentais que não interessam para nada aos emigrantes apesar de  ter sucesso em Portugal.

Lagoense Maria Lawton faz sucesso com programa de culinária no PBS

Os lagoenses e a comunidade portuguesa em geral está a assistir, desde 4 de janeiro, a um programa excelente de culinária num canal americano de Rhode Island.

Tem sido de enorme sucesso, e comenta-se entre os lagoenses, o orgulho em ter gente do seu concelho a prestigiar Portugal e a enriquecer a gastronomia americana com o seu contributo de emigrante.

Trata-se da “cheff” Maria Lawton que nasceu na rua Formosa, na freguesia do Rosário e com seis anos emigrou com sua família para os EUA.

Há muitos anos que eu já dizia isso…e hoje confirma-se

” Delegação de Artesãos dos Açores nas Celebrações do Dia de Portugal em Fall River há já alguns anos”

Estes verdadeiros embaixadores dos Açores promoveram a região e os seus municípios com o seu talento, empenhamento e naturalmente com o seu artesanato. Quando alguém (…) um dia perceber e acreditar que o mercado americano e canadiano é que fará a diferença para a viabilidade do Turismo nos Açores, já os artesãos do arquipélago, terão sido considerados os pioneiros desta iniciativa 20 anos antes dos responsáveis desta região considerarem esta realidade. Eles são os primeiros, os melhores e mais responsáveis promotores dos Açores, porque não dão prejuízo, não precisam, nem de licenciatura, diploma ou cunha para justificarem o motivo da sua deslocação, não recebem ajudas de custo, e são sempre tão desejados, cada ano mais e mais…nas várias cidades, escolas, universidades, galerias de arte e museus de New Bedford, Fall River, Taunton, Providence, Cumberland, Boston, Portsmouth, Dartmouth, onde são anualmente solicitados para darem verdadeiras aulas de conhecimento empírico sobre a herança cultural das nossas artes e ofícios dos Açores. Todos os anos passam na frente deles, mais de 250 000 visitantes para apreciarem os seus trabalhos e fazerem-lhes perguntas sobre os Açores. Portanto, foram eles que começaram a promover a nossa terra e a convidar a conhecê-la, em diferentes lugares por onde passaram e continuam a passar. O meu papel junto destes artesãos, ao longo destes anos, (até 2009 ao serviço da Câmara M. de Lagoa e a partir daí através da Associação Mosaico) tem sido na coordenação, busca de novos mercados e parcerias para viabilizar anualmente novos projetos com o propósito de levar, para fora da região, artesãos e artesanato, de todos os municípios e de todas as ilhas dos Açores.

 

RoberTo MedeirOs – natural da Vila de Água de Pau, terra de muitas histórias
(Artigo publicado na edição impressa de fevereiro de 2019)

Categorias: Comunidades, Local, Opinião

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*