Serviço Regional de Saúde aposta na acessibilidade pública a cuidados de reabilitação

io

O Diretor Regional da Saúde destacou o empenho do Governo dos Açores na melhoria da acessibilidade a cuidados de reabilitação, nomeadamente de Fisioterapia, em todas as ilhas.

“Aumentámos a oferta desta especialidade, com a admissão gradual de fisioterapeutas no Serviço Regional de Saúde, sendo que passamos de 42, em 2012, para 60 fisioterapeutas em 2017, bem como, paralelamente, assistimos a um crescimento muito acentuado em tratamentos de reabilitação”, frisou Tiago Lopes, que falava sábado no I Congresso de Fisioterapia do Atlântico.

“Em cinco anos, passamos de um registo de 380 mil consultas de fisiatria anuais para cerca de 960 mil”, acrescentou, salientando que o Governo Regional tem procurado dotar todas as ilhas de condições de acesso a estes atos terapêuticos com a implementação de serviços de Medicina Física e Reabilitação nos três hospitais e de espaços para a prática da Fisioterapia em todas as unidades de saúde da Região”.

Tiago Lopes sublinhou ainda a importância da ação dos fisioterapeutas na reabilitação das populações, considerando que são profissionais cada vez mais chamados a intervir.

Para o Diretor Regional, também na área da saúde mental se poderão obter ganhos com a intervenção dos fisioterapeutas como, aliás, foi defendido pela Confederação Mundial de Fisioterapia nas recentes comemorações do Dia Mundial da Fisioterapia.

DL/Gacs

Categorias: Saúde