Cristina Calisto realça importância da Prolacto para o desenvolvimento económico da Lagoa

A Presidente da Câmara Municipal de Lagoa deslocou-se à Prolacto – Laticínios de São Miguel, no âmbito da celebração dos 50 anos de existência desta fábrica, numa ocasião que serviu também para visitar a fábrica.

Uma oportunidade onde a autarca aproveitou o momento para conhecer uma das indústrias da Lagoa que contribui, segundo uma nota de imprensa enviada à nossa redação, para o impulsionamento do desenvolvimento económico do concelho.

De salientar que o concelho conta com 7.500 animais registados, 240 produtores, dos quais 60
são produtores de leite, detendo, igualmente, a segunda maior exploração dos Açores, bem como a exploração que produz mais leite. Detém, igualmente, três fábricas de ração, o maior aviário dos Açores, esta fábrica de lacticínios, e pequenas e médias empresas que prestam também serviços à agricultura.

Cristina Calisto, revela uma nota de imprensa, juntamente com o seu executivo, tem levado a efeito, ao longo deste primeiro ano de mandato, visitas a todas as empresas e estabelecimentos comerciais da Lagoa, de forma a conhecer melhor o sector que desenvolve a economia no concelho e também de forma a verificar, de forma próxima, as dificuldades e necessidades constatadas pelos mesmos, numa ótica que permite à autarquia estudar soluções para as questões apresentadas dentro daquilo que são as suas competências nesta matéria, sendo também propósito do executivo verificar o tipo de investimentos que a autarquia poderá captar para a Lagoa.

De referir ainda que a Nestlé vendeu a Prolacto à empresa internacional de investimento baseada em Munique, na Alemanha, a Quantum. Desde então, a Quantum tem como principal objetivo alavancar a total capacidade de produção da fábrica para produzir leite em pó e desenvolver parcerias de negócio com os produtores de leite locais e respetivas cooperativas.

Criar um projeto de crescimento, pesquisa de novos mercados e clientes para produtos de alta qualidade para o leite, atingir crescimento no mercado internacional e produtos inovadores são alguns dos objetivos da Prolacto. Os principais clientes da fábrica, nacionais e internacionais, passam pelos industriais, nomeadamente fabricantes de gelados, chocolates, bolachas e pizzas, mais precisamente todos aqueles que utilizam o leite em pó nos seus ingredientes.

Por outro lado, a Prolacto pretende também inovar com cerca de oito novos produtos, fabricando diferentes variações de manteiga e de leite em pó, principalmente com tratamentos de proteína e quantidades de matéria gorda. A maior quantidade de leite provém da parceria entre a Prolacto e a Unileite, porém os produtores individuais, na maioria lagoenses, também são fundamentais, para esta indústria, no que diz respeito ao desenvolvimento e fabrico de leite em pó.

DL/CML

Categorias: Local