Novos livros lançados em Ponta Delgada

Seis novos livros açorianos estão a ser lançados ao público durante a “Festa do Livro dos Açores” que decorre em Ponta Delgada de 14 a 23 de julho. Outras recentes publicações regionais têm sido igualmente apresentadas nas sessões diárias deste evento que funciona em tenda instalada nas Portas do Mar, frente às Portas da Cidade, entre as 15 e as 23 horas.

“Açorianos Ilustres”, da autoria de Augusto Cymbron, é a próxima obra a ser lançada no âmbito da “Festa do Livro dos Açores”. Neste caso, o novo livro será apresentado por Luís Andrade em sessão realizada no salão nobre dos Paços do Concelho, esta sexta-feira, pelas 21 horas.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, no sábado, 22 de julho, é lançado o livro “Santa Maria – Momentos na Ilha dos Fósseis”, da autoria de José L. Diniz, com prefácio de Sérgio Ávila. A apresentação deste álbum fotográfico editado pela Letras Lavadas tem lugar na tenda da “Festa do Livro dos Açores”, pelas 19 horas.

Esta mostra de livros de temática ou autoria açorianas termina domingo com o lançamento da redição da obra-prima de Manuel Ferreira, “O Barco e o Sonho – Conto Açoriano / The Boat and the Dream – An Azorean Short Story”. Agora em português e em inglês, esta obra inaugura a publicação de diversos títulos com a chancela Letras Lavadas em edição de bolso, no âmbito da coleção Pedra-Pomes.

A nova publicação é apresentada a 23 de julho, pelas 21 horas, com uma palestra de José Alfredo Ferreira Almeida sobre a vida e a obra de Manuel Ferreira (1916-2012), seguindo-se a atuação musical do grupo “Três Pancadas”.

Também no domingo, mas pelas 19 horas, a tenda da “Festa do Livro dos Açores” acolhe uma sessão promovida pela Câmara Municipal de Ponta Delgada, durante a qual são apresentadas as obras “Verde Azul Sete Cidades: Landas Contos e Factos”, de Jorge Arruda, e “Vulcão das Sete Cidades, História Natural – Um Guia”, de Victor Hugo Forjaz.

A “Festa do Livro dos Açores” iniciou-se a 14 de julho com o lançamento da nova obra de José de Almeida Mello, “Álbum Micaelense – Memórias e Factos”, tendo prefácio de António Machado Pires e apresentação de Eduardo Ferraz da Rosa.

No dia seguinte, 15 de julho, realizou-se o lançamento de duas novas obras de genealogia açoriana, da autoria de António Ornelas Mendes, com apresentação de Jorge Forjaz, nomeadamente, “Tavares Carreiro – Uma Família Micaelense” e “Rodrigues, Moniz Falcão, Cordeiro Neves e outras famílias da Maia, da Relva, de Ponta Delgada e desta aos sertões de Pernambuco e à Terra da América”.

Na terça-feira, a “Festa do Livro dos Açores” iniciou as sessões diárias dedicadas aos seis concelhos da ilha de São Miguel, com a apresentação local dos três livros publicados pelo autor povoacense João Cordeiro: “A Costa da Povoação”, “Na Memória do Tempo” e “Paraíso da Ilha”.

Quarta-feira foi o dia dedicado à primeira capital micaelense, com a apresentação do livro “Ilhéu de Vila Franca do Campo: O Vulcão Perfeito” pelos seus autores António Frias Martins e Victor Hugo Forjaz.

A sessão de quinta-feira, dedicada ao concelho da Lagoa, é assegurada pelo Instituto Cultural Padre João José Tavares, com a apresentação das suas edições da autoria de Maria Antónia Albergaria Pacheco, Palmira Leite Bettencourt, Sandra Monteiro e Susana Goulart Gomes.

Nesta sexta-feira, a anteceder o lançamento da obra “Açorianos Ilustres” nos Paços do Concelho, a tenda da “Festa do Livro dos Açores” acolhe, pelas 19 horas, uma sessão promovida pela Câmara Municipal do Nordeste, durante a qual o historiador José de Almeida Mello falará de livros e autores nordestenses, seguindo-se uma prova de produtos confecionados pela associação “Sol Nascente”.

No sábado, 22 de julho, a sessão concelhia está a cargo da Câmara Municipal da Ribeira Grande, através da Biblioteca Municipal Daniel de Sá, apresentando, pelas 19 horas, livros e autores ribeiragrandenses.

A “Festa do Livro dos Açores” é promovida pelo grupo Nova Gráfica, através da editora açoriana Publiçor/Letras Lavadas, em parceria com a Câmara Municipal de Ponta Delgada e a Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada, envolvendo a participação de diferentes entidades públicas e privadas.

DL/Publiçor

Categorias: Cultura