Ribeira Grande investe na cultura e na valorização literária

A Câmara da Ribeira Grande já apoiou a edição de “cerca de duas dezenas de livros”, destacou Alexandre Gaudêncio, presidente da autarquia que presidiu à cerimónia de lançamento do livro “Rabo de Peixe: de lugar a vila”, evento que teve lugar no cineteatro Miramar, integrado nas comemorações do 13.º aniversário de elevação de Rabo de Peixe a vila.

Alexandre Gaudêncio sublinhou que “o apoio que a Câmara da Ribeira Grande tem dado à edição de vários livros no concelho nos últimos anos é um sinal inequívoco da preocupação que temos em fomentar a cultura e valorizar o que de bom se faz no município em termos de literatura.”

O autarca recordou, a propósito, a “profícua parceria entre a Câmara, a cooperativa A Ponte Norte e a EDA Renováveis, parceiros que têm contribuído para que mais pessoas que nos contatam consigam editar os seus escritos e compila-los em livro.”

O presidente da Câmara da Ribeira Grande elogiou também a “perseverança de António Pedro Costa, autor do livro ‘Rabo de Peixe: de lugar a vila’, por ter conseguido dar resposta a um desafio lançado há sensivelmente um ano, colocando à disposição de todos um livro que é mais do que um livro: é um documento histórico para quem quiser saber mais sobre a evolução de Rabo de Peixe sob diversas perspetivas.”

Nesse sentido, Alexandre Gaudêncio assegurou que o livro será “terá lugar garantido na biblioteca Daniel de Sá e será distribuído por todas as bibliotecas escolares do concelho, ficando assim à disposição da comunidade em geral.” Também será distribuído por outras bibliotecas e organismos públicos dos Açores.

O livro de António Pedro Costa pretende retratar o património, a economia, a sociedade, a religiosidade, as tradições, o desporto, a diáspora e o futuro da vila de Rabo de Peixe, vila que é metade mar e metade terra. E é da junção destes dois mundos que se pode compreender, verdadeiramente o viver e o sentir deste povo de alma grande.

DL/CMRG

Categorias: Regional