Câmara da Ribeira Grande novamente com taxa de execução acima dos 90%

Alexandre Gaudencio camara Ribeira Grande Açores

A Câmara da Ribeira Grande voltou a superar os 90% ao nível da taxa de execução ao atingir, em 2016, um índice de execução de 90,87%, dados que atestam a boa capacidade do executivo camarário para aplicar os valores orçamentados ao nível das Grandes Opções do Plano.

Segundo a autarquia, esta é a segunda vez consecutiva que a Câmara da Ribeira Grande ultrapassa a fasquia dos 90% ao nível da taxa de execução, o que por si só é um sinal claro de cumprimento dos compromissos apresentados, bem como da seriedade que tem sido colocada na gestão dos dinheiros públicos.

Recorde-se que em 2015 a taxa de execução tinha sido de 91,3%, muito acima dos 87% alcançados em 2014 e dos 82% verificados em 2013, números que vincam a cada vez maior preocupação do executivo liderado por Alexandre Gaudêncio em apresentar orçamentos realistas.

Relativamente ao Plano Plurianual de Investimento destaca-se a taxa de execução de 91,62%, representando 8,3 milhões de euros, novamente superior em comparação com 2015, que foi de 88,35% e cerca de 7,9 milhões de euros.

A boa gestão camarária também fica bem patente no facto do índice de execução das receitas ter atingido os 93,2% (cerca de 22 milhões de euros), enquanto as despesas não ultrapassaram os 21,7 milhões de euros.

Com um índice de execução global novamente superior aos 90% fica reforçada a solidez financeira da Câmara da Ribeira Grande ao nível da capacidade de investimento e concretização dos projetos apresentados que têm permitido contribuir para o crescimento da economia e para a criação de mais condições de emprego.

DL/CMRG

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*