Poesia: “As palavras o que são”

Joao Silverio sousa poesia-Jornal-Diario-da-Lagoa

Certo poeta ao meditar pensou
Em palavras de amor
Em palavras de carinho
Em palavras que num todo
Se junta a um trilho a um caminho.

Palavras que criam amor
Palavras que que nos faz amar
Palavras que destroem.

Pelas mesmas palavras mentimos
Usando as mesmas construímos
Por palavras se causa dor
Por elas ganhamos e perdemos valor.

Por elas falamos a verdade
Palavra que nos faz unir
Palavras à chegada
Palavras ao partir
Palavras de maldade
Palavras de ódio e crueldade
Palavra que nos faz sorrir.

Palavra com palavra são palavras
Que se unem num abraço de amor
Palavras de ânimo e de valor
Palavras que oferecemos
Num gesto de carinho.

Palavras que sentimos
Palavras a sorrir
Palavras a chorar
Palavras de alegria
Que dizemos sem falar.

Palavras mudas que se diz
Por um gesto carente
Palavras de Angústia e sofrimento
Palavras de agonia
Que a nossa alma sente.

Palavras que são tudo
Palavras que nada são
Palavras que defendem
Palavras que entram no coração
Palavras que ofendem.

Palavras de sabedoria
Palavras Miraculosas
Palavras que se descreve
Palavras de noite ou de dia.

Palavras que nos chegam do além
Palavras modernas e antigas
Palavras que exprimem os sentimentos
Palavras que nos vem da alma.

Palavras que não são ditas
Palavras que são escritas
Palavras que tem seu nome
Palavras que se chamam Palavras.

Por: João Silvério Sousa

Categorias: Cultura