Vasco Cordeiro anuncia plafond de cerca de 16 milhões de euros para investimentos na rede viária regional

Overview

Vasco Cordeiro inauguração FAial da Terra

O Presidente do Governo afirmou que vão ser realizados investimentos na rede viária de todas as ilhas da Região, através do plafond de cerca de 16 milhões de euros de fundos comunitários que o Executivo Regional conseguiu que ficasse contemplado no novo quadro comunitário de apoio.

“Apesar deste quadro comunitário ser penalizador, fruto do que o Governo da República comunicou a Bruxelas, dizendo que já não eram necessários mais fundos para estradas, o Governo dos Açores conseguiu, a título excecional, um plafond de cerca de 16 milhões de euros de fundos comunitários para investimentos na rede viária regional e que vão abranger todas as ilhas da nossa Região”, adiantou Vasco Cordeiro.

O Presidente do Governo falava na inauguração da Avenida dos Baleeiros, na freguesia do Faial da Terra, um investimento da Câmara Municipal da Povoação, que contou com o apoio do Governo no montante necessário para que, na parte que não foi coberta por fundos comunitários, permitir que essa obra fosse feita.

Segundo disse, a Povoação não ficará, naturalmente, de fora do esforço de investimento que vai ser feito em estradas nos próximos anos na Região, prevendo-se mesmo que, até final deste ano, sejam lançados, neste concelho, concursos públicos para empreitadas de cerca de 2,3 milhões de euros.

Nesse sentido, Vasco Cordeiro apontou o exemplo da reabilitação da Estrada Regional entre as Garcias e Água Retorta, cuja primeira fase deve ficar concluída até final do ano, seguindo-se os trabalhos de pavimentação, sinalização e segurança neste troço, e que significam um investimento superior a meio milhão de euros.

De acordo com o Presidente do Governo, a estes investimentos soma-se, ainda, a requalificação da estrada regional da Lomba do Alcaide, num investimento de cerca de 400 mil euros e cujo concurso público está previsto ser lançado a partir de outubro.

Na sua intervenção, Vasco Cordeiro salientou, ainda, que estes investimentos, assim como todos os outros que decorrem na Região, constituem fatores de coesão territorial entre os Açores, mas também “ferramentas e instrumentos que são colocados à disposição das pessoas para melhorar o progresso e o desenvolvimento de cada uma das partes da nossa Região”.

DL/Gacs

Categorias: Regional