Paulo Teves afirma que integração dos imigrantes é missão de toda a sociedade açoriana

Paulo-Teves-comunidades-governo

O Diretor Regional das Comunidades afirmou, esta segunda-feira (dia 13), que a promoção da integração de todos os que escolhem os Açores para viver e trabalhar “é uma missão transversal a toda a sociedade açoriana”.

Paulo Teves, que falava na abertura do Curso de Língua Portuguesa para Imigrantes, destacou a importância do domínio da Língua Portuguesa, considerando que “contribui eficazmente quer para os processos de integração, quer para a aquisição de aptidões valorativas na área da empregabilidade e para uma melhor e mais eficaz comunicação entre todos”.

Nesse sentido, salientou que os cursos de Língua Portuguesa para Imigrantes são uma iniciativa do Governo dos Açores, através das direções regionais das Comunidades e da Educação, que se destinam a cidadãos de nacionalidade estrangeira residentes no arquipélago.

Na sua intervenção, Paulo Teves frisou que, depois do sucesso desta iniciativa em 2013, ano em foram realizados dois cursos, em São Miguel e na Terceira, frequentados por 40 cidadãos de 10 nacionalidades, “o Governo dos Açores decidiu reforçar a abrangência territorial e o número dos cursos a disponibilizar“.

Por essa razão, este ano, o Governo dos Açores, através de parcerias com a Câmara Municipal das Lajes das Flores, a Associação dos Imigrantes nos Açores (AIPA) e a CRESAÇOR – Centro Comunitário de Apoio ao Imigrante, vai desenvolver cinco formações, sendo duas na ilha de São Miguel e as restantes nas ilhas Terceira, Faial e Flores, envolvendo um total 70 formandos, de 17 nacionalidades.

O Diretor Regional das Comunidades sublinhou ainda “a importância de todos aqueles que escolheram os Açores para viver e trabalhar”, que atualmente representam 75 nacionalidades, enaltecendo o seu “relevante contributo” para o progresso e desenvolvimento da Região.

DL/Gacs

Categorias: Comunidades