Aprovação do LIFE VIDALIA permite conservação de duas espécies da flora endémica dos Açores

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo revelou hoje que foi aprovado um novo projeto LIFE para os Açores, designado LIFE VIDALIA, um “programa de valorização e inovação dirigido à ‘Azorina Vidalii’ e ‘Lotus Azoricus’, permitindo a conservação destas duas espécies da flora endémica” do arquipélago.

A titular da pasta do Ambiente, que falava na conferência ‘10 anos dos Parques Naturais nos Açores’, que contou com a presença de vários membros do Conselho Nacional do Ambiente para o Desenvolvimento Sustentável, salientou que “os Parques Naturais de Ilha constituem a unidade de gestão de base da Rede de Áreas Protegidas dos Açores, abrangendo todas as áreas classificadas de cada uma das ilhas”.

Na sua intervenção, Marta Guerreiro destacou a elaboração dos Planos de Gestão dos Parques Naturais, a implementação e alteração de regulamentos de acesso em algumas áreas protegidas, e a importância do corpo de Vigilantes da Natureza como principais ativos “no processo de cuidar, fiscalizar, monitorizar e proteger o património natural”.

A Secretária Regional reforçou ainda que “conservar a natureza não passa apenas pela implantação de políticas, mas, sobretudo, por uma consciência coletiva, uma cidadania ambiental que queremos cada vez mais ativa”, apontando que o Governo dos Açores “tem também traçado um caminho que nos parece o mais assertivo na disseminação deste conhecimento para o exercício de boas práticas, fomentando a participação pública, individual e coletiva para as temáticas do ambiente”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário