“Apoiar o folclore é apoiar a valorização cultural de um povo”

Folclore-Ribeira-Grande-Açores

Decorreu este fim de semana o “X Festival de Folclore do Porto Formoso”, evento que juntou, para além do grupo local, os ranchos folclóricos do Livramento, Relva, Arrifes e Santa Cruz (Madeira).

Foram cerca de três horas de atuações que mostraram a “qualidade dos grupos envolvidos, em particular o do Porto Formoso que, recentemente, esteve presente no Festival Internacional de Folclore dos Açores, na ilha Terceira”.

Presente no evento esteve o presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, que salientou, a propósito, que “apoiar o folclore é apoiar a valorização cultural de um povo”, recordando que o “Grupo Folclórico do Porto Formoso é o único no mundo que recria a apanha do chá, cultura que na Europa só se cultiva na Ribeira Grande”, lembrou.

Alexandre Gaudêncio já tinha acompanhado a comitiva do Porto Formoso na viagem à Terceira onde abrilhantou um dos melhores certames da Europa e no regresso à Ribeira Grande garantiu que a autarquia vai continuar a apoiar a realização do festival.

O presidente entende que “esta é uma forma de promovermos o concelho e as suas tradições, objetivo que deixamos bem claro no nosso manifesto eleitoral, e que só é possível concretizar com a estreia colaboração que temos vindo a ter com todas as associações do concelho”, vincou.

DL/CMRG

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário