Agrupamento de Escuteiros 798 do Cabouco celebra 35.º aniversário com lançamento de um livro

© CML

O Agrupamento de Escuteiros 798 do Cabouco, na Lagoa, ilha de São Miguel, celebrou este domingo, 3 de março, o seu 35.º aniversário e marcou a data com o lançamento do livro “As caças e Aventuras dos 35 anos”, da autoria de Luís Raposo, chefe do agrupamento.

Desde janeiro de 2016, que Luís Raposo decidiu compilar num livro, toda a história do Agrupamento de Escuteiros 798 do Cabouco, com o levantamento de dados e reunindo toda a informação desde 1986, ano da fundação do Agrupamento. O autor recorreu a fotografias, documentos existentes em arquivo, testemunhos e lembranças, dos antigos dirigentes que passaram por este Agrupamento, entre os anos de 1986 a 2008.  

“Foi um trabalho moroso, meticuloso e exaustivo, mas ao mesmo tempo, gratificante e do qual me sinto orgulhoso, embora ciente de que, muito ainda ficou por registar. O que importa é que, com este livro fica um registo que perpetuará a história do Agrupamento 798 do Cabouco, onde todos tiveram um importante papel para a construção dessa história”, disse Luís Raposo.  

Presente na sessão comemorativa, esteve a presidente da Câmara da Lagoa, Cristina Calisto e, na ocasião, sublinhou que o Agrupamento “tem sido uma mais-valia para a comunidade lagoense pelo serviço que tem desenvolvido, em prol da ocupação sadia dos tempos livres das crianças e jovens da sua freguesia e pelo importante papel cívico e participativo que tem desenvolvido nas atividades do concelho”.

A autarca lagoense referiu ainda que, era com orgulho que fazia parte da história deste Agrupamento, felicitando o mesmo porque “tem sido com verdadeiro espírito de utilidade pública, que este Agrupamento tem desenvolvido, ao longo dos seus 35 anos de existência, um trabalho de excelência ao serviço da comunidade, graças tenacidade dos seus dirigentes e elementos que por ele passaram e que dele fazem parte, deixando a sua marca. Trinta e cinco anos volvidos e o Agrupamento de Escuteiros do Cabouco é detentor de um percurso singular e irrepetível que tão bem carateriza o seu espírito de união e amizade”. 

No livro apresentado encontram-se, também, relatadas as caminhadas, passeios, trilhos, acampamentos, acantonamentos, raides, promessas, intercâmbios, bem como, permite dar conhecer os chefes, direções e chefias das unidades e dos dirigentes antigos e atuais, sem descurar das inúmeras atividades que permitiram que o Agrupamento de Escuteiros 798 do Cabouco se desenvolvesse, fosse criando laços e se fortalecesse.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário