“A proteção civil é uma responsabilidade de todos nós”

O Clube de Proteção Civil da EBI de Lagoa foi criado há 3 anos durante os quais a sua atividade foi apenas centrada em pequenos grupos de alunos. Este ano letivo, o Conselho Executivo desafiou a professora Edite Preto a assumir a coordenação do Clube e a imprimir-lhe uma nova dinâmica.

Ao Jornal Diário da Lagoa, a coordenadora adianta que, “porque entendemos que a proteção civil é uma responsabilidade de todos nós, propusemo-nos a desenvolver atividades destinadas a toda a comunidade. Durante os meses de setembro e outubro elaborámos os nossos Estatutos (que foram aprovados pela Assembleia de Escola); elaborámos o nosso Plano de Atividades; inscrevemo-nos nos Clubes de Proteção Civil Regionais e estabelecemos contactos para as parcerias necessárias à concretização das nossas atividades.”

O Clube de Proteção Civil da EBI de Lagoa é coordenado por Edite Preto, contando com a colaboração da Dra. Carolina Gonçalves, técnica Superior de Proteção Civil (colocada na EBI de Lagoa através duma candidatura da Escola ao Programa Estagiar L).

Segundo a coordenadora, as atividades do Clube destinam-se a todos: alunos, pessoal docente e pessoal não docente. Assim, “a nossa ação inclui ações de sensibilização sobre riscos naturais e os meios de autoproteção; exposições, em forma de aulas abertas, com a presença de agentes e meios da proteção civil e simulacros (inicialmente em cada escola e, posteriormente, envolvendo várias escolas).”

Em relação às atividades desenvolvidas, Edite Preto recorda que, durante o primeiro período, e após a logística associada à reativação do Clube de Proteção Civil da EBI de Lagoa, foram iniciadas um conjunto de ações de sensibilização em todos os estabelecimentos da EBI de Lagoa, destinadas aos alunos do 3.º e 4.º ano, e distribuímos cadernos com atividades lúdicas sobre a temática da Proteção Civil.

No segundo período foram também realizadas Palestras sobre Riscos Naturais e a utilização do número de emergência 112, destinadas a alunos do segundo ciclo e dinamizadas pela Proteção Civil Regional. Foi promovida ainda uma Exposição de agentes e meios da Proteção Civil, no dia 8 de março, na Praça N. Sra da Graça. Nesta estiveram presentes a Associação Humanitária dos Bombeiros de Ponta Delgada, a PSP e a Brigada de desativação de explosivos; a Autoridade Marítima, meios de Proteção Civil do Concelho; o Exército e os Escuteiros.

Segundo a coordenadora, o Clube participou no Concurso de Ideias dos Clubes Regionais da Proteção Civil com a ideia “Youtubers da Proteção Civil”. “Neste concurso ficámos num honroso 3.º lugar, tendo direito a materiais relacionados com a Proteção Civil, no valor de 250 euros.”
De salientar que, entre as várias atividades, o Clube submeteu também uma candidatura ao Concurso “Escola Amiga das Crianças”, promovida pela Editora Leya.

Já durante a interrupção letiva da Páscoa foi realizado um Mass Training sobre Suporte Básico de Vida, destinada ao pessoal não docente (40 assistentes operacionais). Esta formação foi também ministrada pela Proteção Civil Regional, no âmbito da parceria com o Clube.

Segundo Edite Preto, tem sido muito gratificante verificar o interesse dos alunos pela temática da Proteção Civil. Tal como refere ao Jornal Diário da Lagoa, “são muito curiosos durante as ações de sensibilização, fazem muitas perguntas e procuram esclarecer dúvidas sobre as catástrofes e os seus efeitos. Tivemos o feedback de alguns pais que nos dizem que os filhos, depois das nossas atividades, conversam com os pais sobre a importância de, em caso de catástrofe, ter um Kit de emergência e ter um ponto de encontro da família”.

Por outro lado, a coordenadora do Clube de Proteção Civil da EBI de Lagoa recordou que a 8 de março, realizou-se uma grande exposição com os Agentes e Meios da Proteção Civil. Durante toda a manhã passaram pela exposição cerca de oitocentas pessoas (alunos, professores…). “Foi uma oportunidade de excelência onde os alunos puderam ver, tocar, experimentar alguns dos equipamentos/ meios utilizados pela Câmara Municipal, pelos Bombeiros, pela PSP, pela Autoridade Marítma, pelo Exército, em contexto de eventos da Proteção Civil. Tiveram, ainda, a oportunidade de conversar, fazer perguntas, tirar dúvidas sobre tudo o que estava exposto.”

Edite Preto refere que a avaliação deste evento foi feita pelos sorrisos e pelo entusiasmo manifestado pelos alunos. Por conseguinte, o balanço foi muito positivo. “Em primeiro lugar queria destacar a pronta disponibilidade das Instituições para participar na exposição, bem como a forma como interagiram com todos os que visitaram os quase 750m2 de Exposição. Por outro lado, gostava de sublinhar o facto de a Câmara Municipal de Lagoa ter sido nossa parceira na realização deste evento.”

A coordenadora deste Clube recordou que, aquando da Exposição dos Agentes e Meios da Proteção Civil, e na presença dos responsáveis de cada instituição, presente na Exposição, foi lançado o desafio pela Presidente da Câmara Municipal de Lagoa e pelo Presidente da EBI de Lagoa, para que se fizesse um grande simulacro envolvendo as três Escolas do Concelho. Este desafio foi aceite com entusiasmo pelos presentes referindo que os agentes envolvidos na Proteção Civil tornam-se mais eficazes com o treino e isso faz-se através da realização de simulacros, pelo que estas iniciativas são bem acolhidas.

Para o terceiro período já estão agendadas várias reuniões de planificação do simulacro, a realizar no final do mês de setembro.

DL
(Artigo publicado na edição impressa de maio de 2019)

Categorias: Educação, Local

Deixe o seu comentário