“A arte bonecreira da Lagoa” em exposição no Parque Atlântico

© D.R.

O centro comercial Parque Atlântico recebe, a partir desta quinta-feira, 15 de setembro, uma exposição fotográfica que valoriza o trabalho artesanal dos últimos quatro bonecreiros da Lagoa, um ofício artesão típico daquele concelho.

A mostra, que vai estar patente no piso 0 do centro, até 15 de outubro, apresenta “A arte bonecreira da Lagoa”, que retrata o trabalho desenvolvido num projeto de arte urbana que celebra a arte bonecreira do município e visitável no passeio marítimo da Lagoa.

Os visitantes do Parque Atlântico vão ter a oportunidade de conhecer retratos expostos num formato diferenciado, da autoria do fotógrafo documental Pepe Brix, natural da ilha de Santa Maria e colaborador da National Geographic.

O açoriano, que venceu o Prémio Gazeta em 2015 e integra a equipa de líderes da Nomad, desenvolveu este projeto a convite da câmara municipal da Lagoa para homenagear e reconhecer os últimos artesãos vivos na difusão da cultura açoriana e na perpetuação desta arte.

Além das fotografias, os visitantes do centro vão poder assistir a um vídeo que revela todo o processo de montagem da instalação urbana. Será possível ver como estes artistas usam o barro para modelar figuras ilustrativas de tradições e ofícios da região. Normalmente, estas figuras compõe os presépios das famílias açorianas.

A exposição “A arte bonecreira da Lagoa” está integrada no programa Cultura no Centro, que tem como objetivo trazer cultura para o espaço do centro comercial, posicionando o Parque Atlântico como um local que oferece experiências culturais com formatos inovadores, seguindo as tendências atuais.

Categorias: Local

Deixe o seu comentário