700 quilos de pescado aprendidos pela Polícia Marítima da Horta

Foto: AMN

O alerta da entrada de uma embarcação que se encontrava, alegadamente a praticar atividade de pesca na área protegida do Banco Condor, nos Açores, foi dado cerca das 09h30 este domingo, 19 de julho, pelo radar de vigilância do Banco Condor.

Foi imediatamente empenhada uma embarcação semirrígida e uma equipa de três operacionais da Polícia Marítima da Horta que, ao chegar ao local, constatou em flagrante o exercício ilícito da atividade de pesca com uso de palangre, que se estendia por mais de cinco quilómetros.

Procedeu-se ao levantamento da arte de pesca, tendo o porão da embarcação sido selado e a arte de pesca utilizada, bem como o respetivo produto da pesca ilícita cautelarmente apreendidos.

A embarcação de pesca foi escoltada até ao porto da Horta, onde se procedeu à descarga e à entrega em lota dos 700 kg de pescado variado capturado ilegalmente. O pescado apreendido foi vendido em lota, tendo o valor ficado à ordem do processo de contraordenação instaurado.

A contraordenação em causa é punível com uma coima que pode variar entre os 600€ e os 37.500€, sendo que no caso de pessoas coletivas, pode chegar aos 125.000€.

DL/AMN

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário