36 entidades aderem à Carta de Compromisso do Fórum Regional Álcool e Saúde

A Diretora Regional de Prevenção e Combate às Dependências afirmou que a diminuição dos problemas ligados ao álcool terá no Fórum Regional Álcool e Saúde, mais um aliado na redução da procura e da oferta.

Suzete Frias, que falava na I Reunião do Fórum Regional Álcool e Saúde, realçou a adesão das 36 entidades que aceitaram fazer parte desta plataforma, prova da responsabilidade social e do empenho para com uma causa prioritária.

O Fórum Regional Álcool e Saúde é uma plataforma em que um conjunto alargado de entidades aderem a uma carta de compromisso, sendo esta uma das propostas do Plano de Ação para a Redução dos Problemas Ligados ao Álcool e um instrumento operacional do Plano Regional de Saúde 2014-2020.

São objetivos gerais desta iniciativa a prevenção, a dissuasão e a redução dos problemas relacionados com o consumo de álcool, e a garantia de que a venda e consumo de álcool no mercado seja feita de forma segura e não indutora.

As entidades que aderirem a este fórum comprometem-se a desenvolver um conjunto de ações relevantes nesta área e a proporcionar um espaço de partilha, discussão e reflexão sobre conteúdos relacionados com o consumo nocivo de álcool.

Entre as entidades aderentes fazem parte, casas de saúde, instituições particulares de solidariedade social, casas do povo, departamentos governamentais e empresas privadas que passam a reunir ordinariamente uma vez por ano.

Para a diretora regional é importante compreender as diferenças entre ilhas, dos fatores de risco e proteção para o consumo de substâncias psicoativas.

Até 2020, o Fórum Regional Álcool e Saúde, ao qual aderiram hoje 36 entidades, propõe como metas a redução em 2 pontos percentuais nas prevalências de consumo de bebidas alcoólicas, a diminuição do número de condutores mortos em acidentes de viação, bem como a redução da taxa de anos potenciais de vida perdidos por doenças atribuíveis ao álcool.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário