1 ferido grave em incêndio na Marina da Horta

Foto: AMN

Um incêndio deflagrou no passado dia 18 de junho, num embarcação à vela que estava atracada na marina da Horta.

O único tripulante da embarcação, com cerca de 50 anos, foi conduzido ao Hospital da Horta em situação grave, onde recebeu assistência, tendo sido necessário proceder ao transporte da vítima para Lisboa.

O Capitão do Porto da Horta assumiu as funções de Comandante das Operações de Socorro, articulando-se com os Bombeiros Voluntários Faialenses no combate ao incêndio e com a Autoridade Portuária na gestão do espaço e de meios náuticos auxiliares.

Os tripulantes de embarcações atracadas na vizinhança foram conduzidos pela Polícia Marítima para zonas afastadas da operação, que manteve o perímetro de segurança na zona da Marina, enquanto que a PSP controlou os acessos na via pública.

O combate ao incêndio foi bem sucedido após cerca de uma hora de esforços.

A estabilidade da embarcação esteve em permanente avaliação, tendo sido possível garantir a sua flutuabilidade. Uma vez reunidas as condições de segurança, a embarcação foi rebocada e colocada a seco com a intervenção de meios náuticos da Portos dos Açores e recursos humanos da Portos dos Açores e da Capitania do Porto da Horta.

Foi iniciado um processo de inquérito com vista a apurar as causas do incêndio.

Na operação estiveram envolvidos 30 bombeiros com dois veículos de combate a incêndios, um veículo de apoio, uma ambulância e uma viatura de suporte imediato de vida, três operacionais da Polícia Marítima, seis elementos da Capitania do Porto da Horta, oito elementos e duas embarcações da Portos dos Açores.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário